CAMPANHA AMOR À VIDA

>>CAMPANHA AMOR À VIDA

CAMPANHA AMOR À VIDA

2020-03-01T17:12:58-03:00 1 de março de 2020|

FUNDAMENTAÇÃO:

Estejamos unidos na defesa da vida – Bezerra de Menezes 1

A vida, sob qualquer aspecto considerada, é dádiva de Deus que ninguém pode perturbar. Todos os seres sencientes desenvolvem um programa na escala da evolução demandando a plenitude, a perfeição que lhes é a meta final.

Preservar a vida, em todas as suas expressões, é dever inalienável que assume a consciência humana no próprio desenvolvimento da sua evolução.(…)

Os espíritas cristãos, compreendendo o alto significado da vida, levantam-se para defendê-la onde quer que se apresente e, em especial, a vida humana – estágio avançado do processo de iluminação do Ser, na busca da sua consciência plena e cósmica.

Inspirados pelo Mundo Espiritual Superior, os obreiros do Cristo se erguem hoje para proclamar, não só o direito à vida dos que estão em germe e têm o direito de nascer, como dos que se despedem do corpo e têm o direito a permanecer, até o último hausto, como também do delinquente revel, que se pode arrepender e tornar-se instrumento útil à comunidade que agrediu, ou do atormentado mental, espiritual e moral que, sem resistência para enfrentar a luta, opta pela falsa solução do autocídio, mergulhando no insondável abismo de sombras e de dor. (…)

INTRODUÇÃO:

Os índices de suicídio têm sido crescentes em nível mundial, suscitando inclusive reiterados alertas por parte da Organização Mundial de Saúde (OMS), com fortes apelos em relação à urgência de medidas preventivas eficientes. Hoje, esse é um desafio colocado a todos inclusive à Casa Espírita que é frequentemente procurada por pessoas desejosas de obter ajuda para a solução dos problemas com que se debatem.

Muitas delas chegam à Casa Espírita depois de já terem buscado a solução em outras crenças e até mesmo em consultórios médicos, sem, contudo, lograrem êxito, por isto, precisam encontrar alguém para expor suas aflições.

Rejane Hostettler – que coordena a área de Assistência Social da UCESS – nos lembra que, Allan Kardec, no livro Viagem Espírita de 1862, afirma e pergunta:

Coloco em primeira instância o consolo que é preciso oferecer aos que sofrem e erguer a coragem dos caídos, arrancar um homem de suas paixões, do desespero, do suicídio, detê-lo talvez no limiar do crime! Não vale mais isto do que os lambris dourados? 2

Ou seja, Kardec faz do “consolo” um gênero de primeira necessidade e valida que “fora da caridade não há salvação!”

No entanto, para lidar com as tragédias, nossas ou dos outros, necessário se faz que compreendamos os postulados espíritas e a atualidade, que tenhamos a educação como meta, preservando e amando o Divino em nós: a Vida!

A Mentora Joanna de Ângelis nos esclarece que:

“O atendimento fraterno tem como objetivo primacial receber bem e orientar com segurança todos aqueles que buscam o Centro Espírita. Não se propõe a resolver os desafios nem as dificuldades, eliminar as doenças nem os sofrimentos, mas propor ao necessitado os meios hábeis para a própria recuperação.” 3

OBJETIVO:

A Campanha desenvolvida pela Coordenadoria de Estudos e pela Coordenadoria de Assistência Social da UCESS visa oferecer aos trabalhadores espíritas fundamentos para uma adequada orientação aos que procuram as Casas Espíritas em busca de esclarecimento e amparo.

“O Centro Espírita deve criar condições para um eficiente atendimento a todos os que o procuram com o propósito de obter esclarecimento, orientação, ajuda ou consolação.” 4

Segundo Silvana Elia – presidente da UCESS – “a Casa Espírita dispõe de recursos para esclarecer e auxiliar através dos princípios doutrinários evangélicos o irmão necessitado, acolhendo-o com amor e respeito.”

“Os Centros Espíritas são postos de atendimento fraternal para todos os que os buscam com o propósito de obter orientação, esclarecimento, ajuda ou consolação. São recantos de paz construtiva, que oferecem aos seus frequentadores oportunidades para o refazimento espiritual e a união fraternal pela prática do “amai-vos uns aos outros” 5

Para atender o seu propósito a Campanha AMOR À VIDA oferece uma série de seminários e palestras, que abordam diferentes temáticas.

As Casas Espíritas interessadas podem nos contatar pelo WhatsApp +41 78 748 5434 ou pelo E-mail ucess.presidencia@gmail.com

 

PROGRAMA:

SEMINÁRIO: O CENTRO ESPÍRITA E O VISITANTE EM CRISE

Nelly Berchtold 

Seminário interativo dividido em 3 módulos com a duração de 4 horas.

Trata das seguintes questões (entre outras):

  • como avaliar o risco?
  • organização e atuação
  • que fatores podem fazer fracassar um trabalho inicialmente exitoso?

Cada módulo terá uma parte teórica seguida de atividade de grupo.

Serão apresentados casos reais para estudo e reflexão.

Apresentação nas Casas Espíritas.

Em breve divulgaremos a agenda

“Estamos na Terra para este mister – ajudar – e é por isso que o centro espírita, utilizando-se deste inter-relacionamento pessoal, elege pessoas credenciadas para que, tecnicamente, apliquem o Atendimento Fraterno de maneira edificante”. 6

PALESTRA: ACOLHIMENTO E ORIENTAÇÃO NA CASA ESPÍRITA

Silvana Elia 

A exposição oferece noções sobre as ações de acolhimento, consolo, esclarecimento e orientação no Centro Espírita.

Apresentação nas Casas Espíritas.

Em breve divulgaremos a agenda

“Em Jesus temos o Atendente Fraterno perfeito que, além de ter ensinado às multidões, em seus inolvidáveis discursos deixou-nos preciosas lições dialogadas, através das quais o Seu verbo de luz socorreu os indivíduos, cada um conforme a sua necessidade.

Se o Divino Mestre disse: “Vinde a mim todos vós que estais aflitos e sobrecarregados”, também propôs: “Que vos ameis uns aos outros”. Isto como a dizer-nos assim: “Se estiverdes em condição, vinde diretamente a mim pelos caminhos formosos da oração, mas se vos sobrecarregardes a ponto de não achardes o caminho emocional da prece, recorrei a vosso irmão, pois que através dele eu vos ajudarei.

Apoiando-se nessa proposta, os primeiros apóstolos da Palavra, no Cristianismo Primitivo, após suas pregações, ainda tocados pelas “línguas de fogo”, se punham à disposição para ouvir e aconselhar os irmãos de caminhada, encorajando-os para a luta.” 7

PALESTRA: SOLIDARIEDADE COMO TERAPÊUTICA

Rejane Hostettler 

As ações solidárias atendem às próprias necessidades de autorrealização de quem as pratica, de tal modo que, muitas vezes, é difícil determinar quem foi o mais beneficiado: quem ajudou ou que foi ajudado.

Seguindo essa ideia, a palestra oferece reflexões sobre os benefícios da prática do bem.

Apresentação nas Casas Espíritas.

Em breve divulgaremos a agenda

“É na caridade que deveis procurar a paz do coração, o contentamento da alma, o remédio para as aflições da vida.”

PROGRAMAÇÃO DE SETEMBRO

Nadja do Couto Valle (RJ)

Em breve divulgaremos a agenda

CONCLUSÃO DA CAMPANHA:

Dia: 27.09.20

SOLIDARIEDADE E TRANSFORMAÇÃO PESSOAL: UMA EXERCÍCIO PARA TODOS.

Existem muitos relatos que confirmam a ideia de que “fazer o bem faz bem”.  As pessoas sentem-se aliviadas, sentem um bem-estar geral e autoestima melhorada. Fazer o bem nos deixa contentes e mais satisfeitos conosco e com a vida.

Visando oferecer noções claras sobre o tema, o seminário oferece os seguintes pontos:

  • Definições
  • Como fazer
  • Apreciação de casos/depoimentos

A VIVÊNCIA DO AMOR

A vivência do amor é apenas uma necessidade passageira ou algo a que estamos fatalmente destinados? No que consiste esse sentimento? Como ele se manifesta? Quais as virtudes a ele vinculado/vinculadas? Do que o amor é capaz?

Vamos refletir juntos e buscar essas respostas?

“À medida que penetramos os segredos do amor puro, vamos reconhecendo que ninguém pode ser realmente feliz sem fazer a felicidade alheia no caminho em que avança.”  9

Em breve divulgaremos mais informações.

REFERÊNCIAS:

1 – Mensagem psicofônica recebida pelo médium Divaldo Pereira Franco, no encerramento da

Reunião do Conselho Federativo Nacional, em 07.11.1993, em Brasília, DF.

2 – KARDEC, Allan. Viagem Espírita em 1862, I Discurso pronunciado por Kardec nas Reuniões Gerais dos Espíritas de Lyon e Bordeaux.

3 – FRANCO, Divaldo Pereira. Joanna de Ângelis, in Atendimento Fraterno, Projeto Manoel Philomeno de Miranda.

4 – Orientação ao Centro Espírita- FEB – O Centro Espírita.

5- id.

6 – FRANCO, Divaldo Pereira. Projeto Manoel Philomeno de Miranda, Leal Editora, 1998.

7 – A Equipe do Projeto Manoel Philomeno de Miranda. Atendimento Fraterno, Projeto Manoel Philomeno de Miranda.

8 – Adolphe, bispo de Argel. O Evangelho Segundo o Espiritismo Cap. XIII

9 – XAVIER, Francisco Cândido. Emmanuel. Justiça divina.